Ramos Berry
OE%20-%20qualidade%20banner_edited.jpg

Qualidade dos óleos essenciais

Os óleos essenciais padrão industrial, 100% puros ou autênticos?

Óleos essenciais autênticos

  • 100% puros, 100% naturais e 100% integrais.

  • Provêm de espécies botânicas corretamente identificadas*.

  • As espécies são cultivadas de forma orgânica.

  • A colheita é realizada na melhor época.

  • A extração é completa e realizada em condições adequadas.

  • São mais ativos no plano terapêutico.

  • São mais difíceis de encontrar.

  • Possuem preço elevado, o que é justificável pela qualidade e eficácia.

São os únicos óleos essenciais que devem ser utilizados para fins terapêuticos.​

*Muitas espécies podem ser confundidas entre si.

Óleos essenciais 100% puros e 100% naturais

  • Provêm de espécies botânicas que não são corretamente identificadas*.

  • As espécies nem sempre são cultivadas de forma orgânica.

  • A colheita nem sempre é realizada na melhor época.

  • A extração é incompleta, devido ao tempo curto.

  • Na extração são utilizadas altas temperaturas e altas pressões.

  • Não são tão comuns como os óleos essenciais com padrão industrial.

  • Possuem padrão de qualidade mediana.

 É possível utilizar este tipo de óleo essencial para fins terapêuticos, mas seu uso é desaconselhado.

*Muitas espécies podem ser confundidas entre si.

Óleos essenciais com padrão industrial

  • Provêm de espécies botânicas que não são corretamente identificadas*.

  • As espécies botânicas são cultivadas industrialmente.

  • A colheita é feita sem considerar a melhor época.

  • A extração é realizada rapidamente e, portanto incompleta.

  • Na extração são utilizadas altas temperaturas e altas pressões.

  • Frequentemente são retificados e muitas vezes reconstituídos.

Este tipo de óleo essencial não deve ser usado com finalidade terapêutica, sendo seu uso indicado para a indústria cosmética e de perfumaria.

*Muitas espécies podem ser confundidas entre si.